A certidão de protesto é o instrumento que permite ao credor registrar, em cartório, a inadimplência frente à obrigação de títulos de crédito, entre outros documentos de dívida, como cheques, por exemplo. No entanto, há também as certidões positivas, voltadas a atestar a adimplência de pessoas físicas e jurídicas.
No post de hoje, você poderá conferir quais são os tipos de certidões, quais são os prazos para vencimento de cada documento e como realizar consulta de protestos. Não deixe de acompanhar!

Conheça os tipos de título de crédito e os efeitos do protesto

Em primeiro plano, devemos conhecer quais tipos de títulos podem ser protestados. Confira quais são eles:

– Duplicata de Prestação de Serviços por Indicação;

– Cédula de Crédito Bancário por Indicação;

– Duplicata de Prestação de Serviços;

– Duplicata Mercantil por Indicação;

– Cédula de Crédito Industrial;

– Fatura de Conta de Serviços;

– Cédula de Crédito Bancário;

– Duplicata Mercantil;

– Nota Promissória;

– Cheque.

​​​​​​​Perceba que um grande número de títulos pode ser protestado e há uma vantagem considerável em se valer dessa possibilidade. Isso porque o protesto de sentença figura como mais uma forma de o credor tentar reaver o débito reconhecido por decisão judicial.
Tenha vista que o devedor será mais uma vez comunicado do débito e terá seu nome negativado em órgãos de proteção ao crédito como o SPC/Serasa, caso não proceda com o pagamento. Na prática, isso representa um estímulo a mais para o cumprimento da obrigação.

Saiba quais são os tipos de certidão de protesto

Para cada procedimento a ser realizado no âmbito do tabelionato, como comunicação, abatimento ou cancelamento da dívida, há um tipo de certidão de protesto. Confira quais são eles:

1- A Certidão de Protesto (Negativa ou Positiva)

Constata se há inadimplência em títulos cartoriais. No caso de uma certidão negativa, a certidão dará conta de que para o nome consultado não há nenhum débito.

2- Certidão do Instrumento de Protesto

A certidão do instrumento tem por objetivo lavrar a certidão quando não há abatimento do débito. Nesses casos, o instrumento será entregue ao sacador junto ao título.

3- Certidão Positiva de Cancelamento

Sempre que o débito é quitado junto ao credor, o devedor contrai o direito de emitir uma certidão positiva de cancelamento. Para tanto, ele deverá se dirigir ao cartório, em posse do processo, e solicitar a baixa no instrumento.

4- Certidão de Inteiro Teor

A certidão de inteiro teor trata-se de um detalhamento do protesto. Para tanto, deve constar, nesse instrumento, os dados tanto do credor quanto do devedor, assim como as informações sobre as circunstâncias da compra ou tomada de serviço.

Entenda como consultar protestos em seu nome

Há pouco falávamos de certidões negativas. Você saberia dizer como e por qual período é possível realizar uma consulta?
O período em questão pode ser de até 10 anos, sendo que os prazos mais comuns de consulta costumam ser de cinco anos. E, quanto mais estendido o prazo, maiores os valores cobrados pelo cartório.
Para proceder com esse tipo de consulta, não é preciso ir ao cartório, pois tudo pode ser feito de forma inteiramente online. Empresas especializadas nesse segmento podem viabilizar o acesso aos registros.
Com o post de hoje, esperamos ter trazido os melhores esclarecimentos sobre os tipos de certidão de protesto. Fique atento a todas as descrições por tipo de instrumento aqui trazidas para não errar na hora de realizar seus protestos.
Alguma dúvida sobre os tipos de certidão de protesto ou como proceder com as consultas? Deixe seu comentário logo abaixo. Será um prazer continuar lhe ajudando!

Comentários

iprotesto